top of page
  • Gelson Celistre

Resgate de suicida indireto

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 9/9/2021)


Fomos solicitados a efetuar o resgate de um rapaz que cometeu suicídio há 21 anos, uma situação triste onde a pessoa perdeu totalmente o controle de sua vida por ter se viciado em crack. O rapaz tinha 27 anos, já estava tendo alucinações por causa da droga e foi encontrado morto num quarto de motel com um corte profundo na garganta. Quando o encontraram já estava morto há uns dois dias, o quarto estava todo quebrado e a morte foi dada como auto degolação.

Quando sintonizamos com o rapaz o médium já começou a chorar descontroladamente, pois o espírito estava apavorado, estava preso no umbral desde sua morte, sofrendo incessantemente, e não tinha condições de falar, até porque estava com a garganta cortada.

Mas ele não estava em nenhum vale de suicidas ou coisa parecida, estava preso por um outro espírito, e não estava só, aprisionados junto com ele havia mais de 600 espíritos, todos envolvidos com drogas em vida. O espírito que os mantinha aprisionados em sua última encarnação foi um cientista pesquisador, desenvolvia medicamentos, drogas, para um grande laboratório nos EUA, mas morreu se sentindo injustiçado pois suas descobertas foram creditadas a outras pessoas. Esse cientista conseguiu reunir espíritos que tinham ligação kármica com ele de vidas passadas, como o consulente, e os induzia ao uso de drogas, o que no caso desse rapaz não foi difícil pois ele em uma vida passada recente traficava mulheres para prostituição e as drogava e viciava para que não dessem trabalho. Nós cortamos a ligação do cientista com cerca de 200 pessoas encarnadas que ele vampirizava e libertamos os espíritos que ele mantinha aprisionados. Esse não teve sua mente apagada, dei a ele a oportunidade de trabalhar no astral no desenvolvimento de novos medicamentos, pois ele tinha uma boa capacidade nessa área, assim já vai resgatando esse karma. Quanto ao rapaz que cometeu suicídio por auto degolação, vimos que na realidade ele não cometeu suicídio, ele estava com outro homem no motel, usaram drogas, houve um desentendimento e ele acabou sendo morto pelo parceiro. Oficialmente o caso foi tratado como suicídio e para a família provavelmente na ocasião foi uma explicação plausível devido ao vício do rapaz, tanto que até o presente acreditam nessa versão. O uso de drogas não deixa de ser um suicídio indireto por ser uma conduta autodestrutiva, mas essa não foi a causa da morte do rapaz.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Suicídio

bottom of page