top of page

Magia cigana

Atendemos uma mulher com o seguinte problema: "... ando muito ansiosa quase que com pânico, vou tomar ansiolítico pela segunda vez em 3 dias ... ando tão ansiosa que acho que até minha fobia a gatos deve ter piorado. E essa noite eu tive um sonho muito esquisito, sonhei que entrava num lugar que parecia uma oficina de carros mas por dentro era uma espécie de caverna e o chão era sedimentado de cadáveres."

Vale ressaltar que ela tem transtorno de ansiedade que já tem há vários anos e trata com sertralina e já havíamos tratado uma situação específica dela nessa área há cerca de duas semanas. Nesse atendimento anterior ela relatou que sempre que tem que participar de alguma reunião "me dá uma ansiedade horrível como se eu fosse ser julgada, condenada a morte, sendo que na maioria das vezes não é nada demais."

A causa desse pânico de reuniões estava numa vida passada na qual ela foi um jovem soldado japonês que achou estar fazendo a coisa certa mas fez uma grande besteira. Nessa vida passada esse jovem soldado estava vigiando uma instalação militar com ordens de não deixar nenhum estranho entrar, podendo inclusive matar se fosse preciso. O jovem soldado, porém, era muito imaturo e lhe faltava o bom senso. Três crianças estavam brincando nos arredores e invadiram essa área militar. Ao invés de enxotá-las o jovem soldado matou as três, que para azar dele eram filhas de oficiais da instalação.

Ele foi para julgamento com a convicção de que havia feito a coisa certa, que não seria punido pois cumpriu as ordens que recebeu à risca, mas foi condenado no julgamento, passou 25 anos preso e depois foi fuzilado. Essa situação gerou um trauma e a mãe dele daquela vida estava desencarnada e sempre que a mulher se deparava com uma situação onde tinha que se explicar, a mãe se aproxima dela e lhe diz para ter muito cuidado pois pode se dar mal, passa para a mulher todo o seu temor de que o filho volte a ser castigado.

Espíritos nessa condição da mãe ficam com confusão mental pois ao mesmo tempo que essa mãe ficava se lamentando pela morte do filho quando a mulher tem uma reunião e sente medo de fazer alguma coisa errada por conta do trauma dessa vida passada ela a vê como seu filho e vai para junto dela a alertar para ter cuidado, depois volta a se lamentar pelo filho estar morto. Mas enfim, obliviamos a mãe e a encaminhamos para reencarnação.

A situação de ansiedade deste último atendimento não tinha uma situação específica e tínhamos como pista apenas o sonho que a mulher teve, que foi por onde começamos. Os sonhos geralmente precisam ser interpretados mas nesse caso a última parte era praticamente literal, ela estava numa caverna cheia de espíritos deitados e inertes como se fossem cadáveres.

Essa mulher foi desdobrada e levada para uma caverna na dimensão astral para que morresse e após a morte ficasse presa lá dentro como um cadáver. O que ela viu no chão eram espíritos que já foram vítimas de uma magia cigana de morte na qual eles levam os espíritos para essa caverna para provocar seu desencarne e posterior prisão. Essa caverna é usada há muitas gerações por ciganos que fazem um determinado feitiço, o mesmo que fizeram contra essa mulher.

Na caverna havia cerca de 280 espíritos que já foram vítima dessa magia cigana, desencarnaram e ficaram presos na caverna, e havia mais 130 espíritos encarnados assim como essa mulher, que também estavam sendo vítimas dessa magia cigana e estavam ali presos em desdobramento para virem a morrer e ficarem aprisionados na caverna. Nós libertamos todos os espíritos que estavam presos na caverna, prendemos os espíritos ciganos que os mantinham ali e desmanchamos a magia cigana. O motivo desse feitiço é que uma outra mulher está interessada no marido dela e quer que ela morra para poder ficar com ele.

418 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

댓글


bottom of page