top of page

Guerreiro de Obatalá

Atualizado: 6 de out. de 2023

Hoje fizemos o resgate de uma mulher que cometeu suicídio há mais de 10 anos e ela estava no mesmo local em que tirou a própria vida, ainda atordoada com a morte e em sofrimento sem entender o que estava acontecendo. A morte foi por arma de fogo na cabeça e ela não tinha condições sequer de raciocinar. Efetuamos o resgate e a encaminhamos para um hospital no astral. Em seguida verificamos a existência de algum obsessor, tem em praticamente todos os casos de suicídio, e logo se manifestou um espírito dizendo que a mulher não merecia ser ajudada por ser muito ruim.

Verificando o motivo da obsessão que a levou ao suicídio descobrimos que nos anos 1500 essa mulher foi uma pessoa muito poderosa na Europa, dona de terras, altamente intransigente, não admitia ser contrariada minimamente, e por conta disso quando algum serviçal a contrariava ela o obrigava a cometer suicídio. Durante sua vida ela obrigou 13 serviçais a cometer suicídio, uma moça ela obrigou a tomar um chá envenenado, um rapaz ela obrigou a se enforcar, etc.

Esse espírito que a obsidiou ela obrigou a tirar a vida com um tiro de pistola de pólvora negra, aquelas que aparecem nos filmes de pirata. O motivo foi ele ter se recusado a executar uma ordem que ela lhe deu e a ordem era para que ele matasse a filha dela. Sim, ela queria que o serviçal matasse a filha dela por ela ter se relacionado com um rapaz que ela não aprovava, mas o serviçal ao invés disso avisou a moça dos planos da mãe e a ajudou a fugir com o rapaz. Além desse espírito que a obsidiava outros oito dos espíritos que ela obrigou a cometer suicídio estavam ainda em sofrimento no umbral. Nós os localizamos e os resgatamos, assim como o obsessor que estava com ela.

A pessoa que solicitou o resgate dessa suicida relatou que estava se sentindo mal e tendo pesadelos, dor de cabeça e calafrios. Como não tinha como ser por causa da suicida pois esta nem tinha noção da própria situação, estava inconsciente no astral, e também por eu ter sentido dor de cabeça depois de efetuarmos o resgate, resolvi investigar se não havia algum trabalho de magia de abafamento, pois no suicídio dessa mulher uma questão não foi esclarecida, como ela conseguiu a arma que utilizou para se matar, pois a arma não era registrada e nas investigações não foi descoberto.

Foi aí que se manifestou um espírito dizendo ser um guerreiro de Obatalá, foi a mando dele que a pessoa que solicitou o resgate estava sendo atacada e também me atacaram, cravaram um gancho na minha cabeça no astral, por isso a minha dor de cabeça. Conversando com o tal guerreiro ele revelou que não estava vinculado a nenhum terreiro aqui do Brasil, mas que era chamado quando o trabalho de magia tinha que ser forte, disse que lhe pagaram três bois pelo serviço e que era manter tudo como estava, tudo na escuridão, para que os que ficaram vivos possam seguir com suas vidas, recomeçar a vida.

Esse guerreiro de Obatalá está há uns 200 anos sem reencarnar, era um guerreiro na África em sua última encarnação e tinha cerca de 120 espíritos sob seu comando no astral; desmanchamos o trabalho de magia e todos esses espíritos, incluindo o guerreiro de Obatalá, foram obliviados e encaminhados para reencarnação.

Posts Relacionados

Ver tudo

Kommentare


bottom of page