top of page

Exu Tranca Rua

Tranca Ruas, ou Tranca Rua, é uma falange de exus, entidades espirituais presentes na Umbanda e Quimbanda. É considerado responsável pela limpeza astral dos caminhos do mundo. Suas cores tradicionais são branco, preto e vermelho, podendo também usar azul ou roxo. e geralmente é representado com um tridente, o que ao longo do tempo fez com que fosse associado, por membros de religiões de matriz cristãs a uma figura maligna, pelo fato de serem espíritos que trabalham em religiões de matriz africana. Embora possuam diversas variações, sua caracterização geralmente incluiu uma capa e cartola vermelhas, e um charuto na boca, trabalha nas encruzilhadas e é um enviado de Ogum. Como quase todos os exus, apresentam diversas variações, tais como: Tranca Rua das Almas, Tranca Rua das Encruzilhadas, Tranca Rua das Praias, Tranca Rua das Matas ou Tranca Rua de Embaré, entre outros. (Wikipedia)

Encontrei em alguns sites que o Tranca Rua original teria origem no Massacre da Noite de São Bartolomeu, que ocorreu em Paris no dia 24 de agosto de 1572, onde milhares de protestantes forma mortos a mando do rei francês que era católico e que por isso se comemora o Exu Tranca Rua no dis 24 de agosto, mas outros sites afirmam que o Tranca Rua é um exu nacional, legitimamente brasileiro. De qualquer forma a origem histórica ou lendária só interessa para quem é da religião, para quem está de fora isso é apenas uma curiosidade. O curioso é que apesar de o próprio nome da entidade já deixar claro sua função, trancar rua, fechar caminhos, ele é tido com o grande cara que abre os caminhos, talvez porque ele para abrir alguns caminhos tenha que fechar outros.

Uma coisa é a estória, o mito e as lendas que envolvem as entidades, outra coisa é a realidade do que encontramos no dia a dia, espíritos que se apresentam como exu, no caso como o Tranca Rua, atuando na prática. Hoje fizemos um atendimento em que haviam feito um trabalho de magia forte contra um cliente nosso para afetá-lo em vários aspectos, saúde, emocional e até em seu trabalho. A finalidade era que ele voltasse a frequentar um terreiro do qual ele não quis mais fazer parte e saiu. Colocaram um espírito muito fraco e doente junto dele e uma pomba-gira com a missão de levar ele de volta para o terreiro, e no trabalho dele colocaram um Exu Tranca Rua, com a finalidade de trancar tudo, para que o serviço não fluísse, contratos não fossem fechados, brigas entre os funcionários, etc.

Retiramos o espírito doente, que foi encaminhado para um hospital no astral, retiramos pomba-gira que foi encaminhada para reencarnação, e desmanchamos o feitiço. Conversando com o Exu Tranca Rua ele nos contou que veio da África, foi um negro escravizado em duas vidas passadas, trabalhou em um engenho de cana-de-açúcar em uma dessas vidas na qual a pessoa que ele estava prejudicando no trabalho era o homem de confiança do dono e o pai-de-santo do terreiro em que o Tranca Rua estava atuando dividiu com ele a senzala na outra dessas vidas. Nas frequências dessas duas vidas passadas resgatamos cerca de 140 espíritos e o Tranca Rua foi levado junto com eles para começar uma nova vida.

Nas imagens o Tranca Rua é sempre um homem branco, no máximo mestiço, mas na prática a grande maioria dos exus que encontramos, não só dessa linha dos Tranca Rua, mas de várias outras, eram negros que foram escravizados aqui no Brasil, um que outro veio do astral da África e nunca teve encarnação no Brasil, mas em sua maioria eram negros escravizados.

Posts Relacionados

Ver tudo

Bará

bottom of page