top of page

O carrasco da Inquisição

Atualizado: 6 de out. de 2023

Toda doença é a manifestação de um desequilíbrio energético que afeta todos os nossos corpos, o corpo físico, o etérico e o emocional ou corpo astral, e a doença pode começar em qualquer um deles. Às vezes uma doença relativamente simples de tratar pode começar no físico e ao afetar e ao afetar o corpo astral abrir alguma frequência de vida passada e conectar a pessoa a energias densas que retroalimentam a doença do físico e os remédios não fazem efeito ou tem sua eficácia reduzida. Esse foi o caso com o qual nos deparamos ao tratar uma mulher com um quadro de conjuntivite.

Numa vida passada ela e um irmão, duas crianças de 4 e 5 anos respectivamente, estavam brincando, se desentenderam, brigaram, e a menina enfiou um graveto no olho do irmão, que furou o olho dele e o deixou cego desse olho. A menina cresceu com muito remorso por ter feito isso com o irmão. Esse irmão dela dessa vida passada, que foi há uns 250 anos, já teve outras duas encarnações depois daquela mas quando morre ele volta para aquela frequência e assume aquela personalidade, pois na mente dele a irmã lhe deve um olho.

Esse espírito está desencarnado há uns 60 anos desde sua última passagem aqui na dimensão física e quando a mulher que atendemos pegou uma conjuntivite isso o atraiu para perto dela, fazendo com que a doença não cure totalmente e os remédios não fazem o efeito esperado. O espírito foi obliviado e encaminhado para reencarnação e nossa equipe espiritual fez uma cirurgia espiritual no olho da mulher, que tinha muita energia densa condensada e nos relataram que foi difícil de limpar.

Poderia até dar o caso como encerrado, mas como uma criança furar o olho de outra não é algo tão grave assim a ponto de deixar tanta energia negativa, investiguei mais o passado da mulher e descobrimos que ela numa vida anterior a essa que havíamos tratado foi um carrasco da Inquisição na França nos anos 1400 e furou com um ferro em brasa um dos olhos de mais de 130 pessoas, além de outras torturas como obrigar a pessoa a beber água fervente, o potro, que era um aparelho em que se esticavam as pernas e braços da pessoa, pendurar a pessoa por um braço, etc.

No total esse carrasco torturou mais de 3.000 pessoas, sendo que mais de 1.500 estavam ainda no astral em sofrimento, dessas, cerca de 70 das que tiveram os olhos furados com o ferro em brasa estavam perto dela em outra frequência. Nós reconstituímos os olhos desses cerca de 70 espíritos e os resgatamos juntamente com os mais de 1.500 que ainda estavam em sofrimento nessa frequência. Essa mulher nos disse que quando era criança tinha muita dor de garganta, a ponto de perder um ano escolar por conta disso, e que já adulta havia feito duas cirurgias espirituais para tratar a garganta e a coluna vertebral, problemas esses que também eram consequência kármica das torturas que ela aplicava na Inquisição. E para finalizar descobrimos que o irmão que ela acabou furando o olho com o graveto nessa outra vida passada era um Cardeal do Santo Ofício que mandava e determinava os métodos que o carrasco deveria usar para torturar os hereges.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page