top of page

Avatar

Avatar é um termo do idioma sânscrito, da Índia, e se refere a encarnação de uma divindade na forma humana. Por exemplo, o guru falecido em 2011 Sathya Sai Baba era considerado por seus seguidores um avatar, uma divindade encarnada. Num sentido mais geral é um espirito ocupando um corpo físico. O filme Avatar, de James Cameron, fez muito sucesso recentemente (2009). O filme de ficção científica mostra um mundo distante da Terra, Pandora, onde através da engenharia genética criaram híbridos dos habitantes desse planeta com seres humanos e conseguiram projetar a mente de um humano no corpo híbrido criado, como se o espírito saísse de seu corpo e entrasse no do híbrido, uma espécie de encarnação temporária.

Na literatura esotérica temos alguns casos semelhantes. Nas décadas de 50 a 80 um escritor inglês fez muito sucesso com livros sobre o Tibet, assinando como Lobsang Rampa. Esse escritor afirmava que ele era um monge tibetano que estava morrendo e que ainda não havia cumprido sua missão aqui na Terra. Por esse motivo ele procurou uma pessoa que estivesse disposta a lhe ceder seu corpo físico e encontrou um homem na Inglaterra, Cyril Hoskins. Ele teria então trocado de lugar com esse homem, seu espírito passando a habitar o corpo dele e sendo que o espírito do inglês deixou o corpo, ou seja, tecnicamente o inglês morreu e o monge tibetano passou a habitar o seu corpo. Ele chamou esse processo de transmigração. Num dos livros do escritor Carlos Baccelli ele relata uma conversa que o Chico Xavier teve com um amigo onde ele (o Chico) dizia que esse fato realmente aconteceu.

Um outro filme de 2005, A Chave Mestra, também aborda esse tema, onde um casal de irmãos troca de corpos através de um ritual de magia negra vodu. Em 1987 o filme Coração Satânico também contava a história de um homem que teria trocado de corpo com um outro, que foi sacrificado num ritual satânico.

Temos conhecimento de que esse procedimento é possível de ser realizado e que de fato muitos magos o utilizaram através dos tempos, eu mesmo sei de uma vida passada na qual fui um mago e utilizei esse procedimento. No livro A filha do feiticeiro, da médium russa Wera Krijanowskaia, o espírito Conde Rochester relata um procedimento desses, no qual um mago negro morre em seu corpo físico, mas passa a habitar o corpo de outra pessoa e ele afirma que no meio ocultista esse procedimento é chamado de avatar. 

Recentemente em um de nossos trabalhos nos deparamos com um grupo de espíritos querendo usar uma variação desse procedimento para poderem atuar aqui na dimensão física. Era um grupo de oito espíritos das trevas, só que estavam desencarnados e pretendiam se apossar do corpo de oito rapazes jovens, que já estavam presos em desdobramento e seriam mortos em breve para que os oito pudessem utilizar seus corpos. Esse grupo de seres contava com a ajuda de um mago negro que dominou essa técnica no passado e que atualmente está encarnado. Na vida atual esse mago é uma mulher brasileira que reside na Europa e acabou nos solicitando ajuda devido a alguns problemas que vem enfrentando:

   "Quando morava no Brasil, visitei algumas vezes um centro espírita ... e tive algumas experiências com psicofonia. Já haviam me falado que teria que trabalhar com minha mediunidade... Minha mãe vê um espírito ... desde criança, que a acompanhou por muitos anos. O meu próprio nascimento só ocorreu porque este espírito falou para ela não fazer uma operação para não ter filhos ... Desde cerca dos 13 anos tenho saído semiconsciente do corpo, porém quando era criança já ouvia música que ninguém mais ouvia e coisas do tipo... Enfim, além desse histórico, me ocorreu pela 2 ou 3. vez ontem, em que eu, em um sonho ... fazia psicofonia. O idioma que falaram através de mim, eu não reconheci no sonho, mas "senti" que era uma mensagem extraterrestre... Mas sinto dores de cabeças frequentes, e uma sensação de que minha mente está anestesiada, apesar de eu estar presente. Também sinto uma certa forca, um peso no pescoço ... e esse "nó" na garganta. Ao lado disso, como disse, moro na ... e esse foi meu grande sonho. Sinto uma ligação muito forte com aqui e também tenho a sensação disso estar ligado ao meu passado."

Em seu estado de vigília ela não tem a menor ideia de seu passado e das coisas que ela faz no astral em desdobramento. Além de agir no astral com essa personalidade de mago negro ela tbm atuava em outra frequência com um grupo de nazistas num experimento com crianças. Esse grupo de nazistas tinha como aliado uma entidade extraterrestre que foi exilada em algum planeta próximo e conseguiu fugir para a Terra. Esse ET estava armazenando energia para poder voltar para seu planeta de origem e era muito parecido com o ET da série de filmes Alien, com a Sigourney Weaver, que fez sucesso nos anos 80/90, e que gerou outra franquia de filmes enfrentando o Predador (Alien X Predador).

Esse grupo nazista era bastante ativo e dentre outras coisas eles sequestravam e prendiam pessoas encarnadas em desdobramento em gavetas em um local semelhante a um necrotério. A finalidade era impedir que essas pessoas depois de mortas acabassem renascendo de maneira involuntária ou por ação das leis divinas, assim eles poderiam administrar o retorno desses espíritos à matéria. A consulente foi um desses espíritos pois foi esse grupo que administrou a reencarnação dela e a intuiu a mudar-se para a Europa. Esse trabalho durou cerca de três semanas pois precisávamos esperar que o ET aparecesse na base nazista. Eu fui preso em desdobramento pelo grupo nazista e levado para uma das "gavetas" do necrotério e fiquei lá até que o ET apareceu e então pudemos prendê-lo.

A consulente tem mediunidade e se não conseguir utilizá-la de modo adequado vai acabar causando grande sofrimento para si mesma e vai piorar bastante seu karma. De fato o que ela sente tem fundamento pois ela foi nazista e era um elemento importante nos planos da organização na existência passada e na atual ela trabalhava ativamente com esse grupo nazi em desdobramento.     

É comum as pessoas serem influenciadas pela sua encarnação anterior, ainda mais se nela a vida era mais interessante do que na vida atual. Nem sempre o esquecimento que ocorre na reencarnação tem força suficiente para ocultar em nossa mente a vida pretérita e se foi uma vida onde há uma carga emocional muito forte agregada acabamos abrindo a frequência e retornando a ela em desdobramento. Os sonhos são janelas para o nosso mundo interior mas o que vemos precisa ser filtrado e analisado pois os conteúdos inconscientes e conscientes se mesclam ante a ação do nosso ego para que não percebamos de fato do que se trata e não nos vejamos como realmente somos.

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 29/7/2013)

Posts Relacionados

Ver tudo

留言


bottom of page