• Gelson Celistre

Seja um franqueado

Atualizado: 25 de nov.

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 17/5/2022)


Empreender é a palavra do momento. Você não é pobre porque o sistema capitalista não cria oportunidades para todos e privilegia apenas uma pequena casta de abastados, e sim porque você não tem espírito empreendedor e não se esforça o bastante. Se você for uma pessoa inteligente, criativa, carismática, bem-humorada, simpática, com boa oratória, jovem, bonita, sortuda, com ascendente na Lua, você consegue, afinal de contas o fulaninho viralizou um vídeo e está milionário. A culpa não é do sistema, a culpa é sua.

Dentro do sistema capitalista franquia é um tipo de negócio que pode ser lucrativo em várias áreas, mas depende de uma série de fatores. Algumas franquias viralizam em determinada época, mas parece que quando crescem muito todos vão à falência e aí desaparecem, tipo paleta mexicana, iogurteria e similares. Mas o sucesso de algumas franquias avaliza as promessas de outras e a todo dia surgem novos negócios para serem franqueados.

E aí a pessoa está procurando um serviço que ela necessita, entra num site que oferece esse serviço e está lá um botãozinho escrito "Seja um franqueado", a pessoa clica e quando se dá conta é um novo franqueado da marca, sem saber como foi se meter nisso, sem vocação para essa atividade, sem clientes, e pagando por tudo isso. Poderia ser apenas um exemplo, mas aconteceu com um cliente nosso que decidiu fazer uma consulta para descobrir por que acabou entrando nessa franqueada. E ao investigar nos deparamos com uma situação que já não é a primeira vez que encontramos.

Na postagem O sonho de ter uma loja, nos deparamos com uma situação idêntica, onde o dono de uma franquia fez um trabalho de magia para conseguir novos franqueados. Nesse caso os donos da franquia já tinham feito vários trabalhos para conseguir novos franqueados, mas estavam querendo obter mais franqueados em São Paulo e fizeram um trabalho exclusivo para pegar os empreendedores paulistas. O diferencial desse caso é que o espírito que pegou o serviço ficava perto dos donos do negócio e cada vez que alguém acessa o site deles dispara uma aviso pelo celular e então o espírito rastreia essa pessoa e passa a influenciá-la para ser um franqueado. Não dá certo com todo mundo evidentemente, mas quem tem algum karma que permita entrar nessa acaba sendo fisgado, como o nosso cliente.

Conversei com o tal espírito, que disse ser um negociante e de fato foi em vida passada, negociava mercadorias e até pessoas, chegou a traficar 19 mulheres para serem escravas em prostíbulos, isso nos anos 1930, dentre outras atividades comerciais menos nobres que ele exerceu. Apagamos a mente desse negociante e o encaminhamos para reencarnação, juntamente com cerca de 900 espíritos de negros escravizados ligados ao terreiro onde fizeram o trabalho de magia em São Paulo, e mais uns 400 espíritos de negros escravizados no estado que é sede dessa franquia, que fica no Nordeste.

Mas é isso, seja um empreendedor, seja um franqueado.

181 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo