top of page

Oswald Mosley

Eventualmente nos deparamos em nossos atendimentos com alguma figura histórica, mas hoje investigamos intencionalmente Sir Oswald Ernald Mosley, 6º Baronete (Londres, 16 de Novembro de 1896 — Orsay, 3 de Dezembro de 1980) foi um dos principais líderes da extrema-direita fascista da Inglaterra e também um ativista contra a participação britânica no início da Segunda Guerra Mundial, tendo sido fundador da União Britânica de Fascistas (UBF), entre outros partidos. Foi preso em 1940, após a UBF ser banida. Libertado em 1943, ficou em prisão domiciliar até o final da guerra. Em 1951, foi morar na Irlanda e depois França. Tentou por mais duas vezes eleger-se para o Parlamento do Reino Unido, mas recebeu pouco apoio popular e sofreu ostracismo por parte da classe política do país. Sir Mosley faleceu no dia 3 de dezembro de 1980 em sua casa na comuna francesa de Orsay; seu corpo foi cremado em Paris e suas cinzas espalhadas no lago de Orsay. (Wikipédia)

O motivo de o investigarmos foi inusitado, um cliente nosso que tem mediunidade, assistindo a série Peaky Blinders da Netflix, ficou incomodado com um dos personagens, o barão britânico Oswald Mosley, que até então ele não sabia se tratar de um personagem histórico, achava que era apenas um personagem da série, mas investigando descobriu que ele existiu de fato.

Oswald Mosley criou uma milícia paramilitar chamada blackshirts, camisas negras, copiada de uma milícia homônima da Itália de seu amigo de Benito Mussolini, e após o falecimento da esposa de Mosley ele se casou novamente e a cerimônia foi em Berlim, na residência do nazista Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda do Partido Nazista Alemão, e o próprio Hitler foi um dos convidados de honra, para se ter noção de seu nível de envolvimento com a extrema direita.

No ano de 2013 um grupo britânico de extrema-direita formado por ex-soldados criou o "21st Century Blackshirts" ("Camisas Negras do Século 21"), elegeram Oswald Mosley como seu líder espiritual, e tentaram reviver a antiga União Britânica de Fascistas, atualmente é um dos partidos da Inglaterra conhecido como Nova União Britânica (New British Union - NBU).

Não foi difícil encontrar o Mosley, assim que abri a sessão e comecei a pesquisar na internet já sintonizei com ele e o puxei para a reunião. Ele morreu com Alzheimer em 1980 na França e antes mesmo de morrer já atuava desdobrado no astral em grupos fascistas e nazistas, depois de morto ficou atuando com mais consciência, ainda tinha os mesmos ideais, dizendo que iriam limpar o mundo das ervas daninhas, que são todos que não seguem a sua cartilha.

Através dele localizamos outros espíritos de líderes fascistas e milicianos espirituais ao redor do globo, na casa dos milhões, que influenciavam pessoas encarnadas na tentativa de implantar o caos no mundo, todos tiveram a mente apagada e foram encaminhados para reencarnação, inclusive o Mosley.

Depois que saiu da Inglaterra Oswald Mosley morou na Irlanda e na França, e foi em um desses locais que nosso cliente teve o desprazer de o conhecer. Nosso cliente era um homem na casa dos 30 anos, muito alegre e de bem com a vida, era um cigano, e foi se oferecer para fazer algum serviço para o barão britânico, sem saber das inclinações ideológicas dele que incluíam o ódio aos ciganos.

Mosley não gostou do cigano, que era um homem livre, muito falante e alegre, do tipo conquistador, e forjou contra o cigano uma acusação que o fez ser preso e executado, sem ao menos saber o motivo. Somente depois de morto o cigano ficou sabendo que foi o barão quem tramou sua morte, simplesmente porque não gostou do jeito dele e por ele ser cigano. Ao assistir a série da Netflix Peaky Blinders nosso cliente se conectou com essa frequência de vida passada e por isso se sentiu incomodado com o Mosley. Se nosso cliente não tivesse mediunidade possivelmente não teria sentido nada, mas essa ligação trágica dele com o barão britânico propiciou o desmantelamento de vários grupos fascistas no astral.

Posts Relacionados

Ver tudo

Alma gêmea

bottom of page