• Gelson Celistre

O fantasma na foto

Um cliente nosso assistiu um podcast onde um dos entrevistados tirou uma doto de um prédio antigo há alguns anos e apareceu a imagem de um fantasma na foto. Na fotografia do prédio em uma das janelas é possível ver a imagem de uma mulher com semblante sério olhando pela janela. O local estava fechado, não tinha ninguém dentro e os donos do prédio não sabem quem é a mulher que aparece na foto que foi tirada em 2010. O prédio antigo inclusive já foi demolido e construíram outro no local. Não foi informado no podcast em qual cidade foi tirada a foto, apenas que seria na serra gaúcha. Há boatos que a cidade seria Caxias do Sul ou arredores.

Mas o que aconteceu é que esse nosso cliente que assistiu o podcast, que é uma pessoa que tem mediunidade, teve algumas visões de crianças ao ver a foto, algumas dezenas de crianças, e quando foi dormir teve um pesadelo no qual ele era enterrado vivo e sentia escaravelhos lhe devorando o corpo.

Foi nos solicitado verificar do que se tratava e nos deparamos com uma situação realmente macabra. O tal prédio antigo era a casa e consultório de um médico que atuou por mais de 50 anos no local e que fez quase duzentos abortos, sendo que os fetos eram enterrados no pátio da propriedade. O bizarro da história é que um terço desses fetos foram enterrados vivos, cerca de 70 fetos.

A mulher que foi fotografada na janela, o fantasma, era a esposa desse médico e era ele quem enterrava os fetos, ela morreu e ficou vigiando as crianças. Cinquenta desses espíritos ainda estavam enterrados lá vivenciando esse sofrimento indefinidamente. O nosso cliente ao ver a foto da mulher que vigiava as crianças, devido à sua mediunidade, captou a energia de sofrimento delas porque numa vida muito antiga ele já morreu dessa forma, nasceu prematuro, não falava e nem se mexia e acharam que ela estava morto e o enterraram, mas ele estava vivo. Por ter ficado conectado ao corpo após a morte ele sentiu os escaravelhos lhe devorando o corpo.

Após a morte a esposa do médico não o encontrou, ficou preocupada apenas em vigiar os fetos, pois era responsabilidade dela se livrar deles em vida. Já o médico que fazia os abortos depois de morto foi assombrar uma universidade pois disse que queria muito ser professor de medicina e agora era isso que ele estava fazendo. Perguntado porque ele não matava os fetos antes de enterrar, tipo uma eutanásia, ele respondeu que eles iam morrer mesmo,

Nossa equipe efetuou o resgate dos cerca de 70 espiritos que ainda estavam presos na frequência em forma fetal, apagamos a mente do médico e da esposa e destruímos o prédio que ainda existia na dimensão astral. O médico e a esposa foram encaminhados para reencarnação e os fetos foram para um berçário no astral.

252 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mago negro