top of page

Anjo protetor

A crença de que os anjos são seres divinos que nos protegem é muito difundida, principalmente na Igreja Católica, e é muito comum os devotos católicos rezarem pedindo a Deus que coloque um anjo para proteger alguma pessoa da família recém nascida. Sobre anjos temos algumas postagens no site, a mais recente é O anjo da guarda. Hoje nos deparamos em um atendimento com outra situação em que uma pessoa estava com um anjo protetor, um anjo da guarda, cuja origem foi a oração de uma avó muito zelosa e devota, que foi a uma igreja rezar pedindo a Deus que enviasse um anjo para proteger sua netinha recém nascida.

A netinha hoje tem mais de 40 anos e nos procurou porque quer ter um filho com seu marido e, apesar de não ter nenhum problema fisiológico que a impeça apesar da idade, ela sente medo de ser mãe. Ela afirma nutrir sentimentos de maternidade quando vê um bebê, mas diz que algo dentro dela lhe traz medo, algo que não sabe explicar bem. Foi investigando esse medo que encontramos o anjo protetor junto dela.

O tal anjo era uma entidade feminina, uma mulher, e tinha uma energia boa, não era um espírito que tivesse intenções hostis em relação à mulher que dizia proteger, na sua mente ela queria o bem da mulher, mas vimos que esse anjo protetor influenciou essa mulher durante toda sua vida, inclusive atrapalhando os relacionamentos dela, que só se casou recentemente, nunca tinha tido uma relação duradoura.

O que aconteceu é que esse anjo protetor em sua última encarnação foi uma mulher muito devota e após sua morte ficou vivendo numa igreja. Quando a avó dessa mulher foi rezar nessa igreja pedindo um anjo protetor para sua netinha essa mulher ouviu a oração e foi atraída para junto da criança recém nascida, passando a se ver como se fosse mesmo o anjo protetor dela, assumiu para si mesma essa função e passou a se ver dessa forma agindo como se fosse a consciência da sua protegida, dando palpites em tudo na vida dela.

O que esse anjo protetor não sabia é que numa outra vida passada ela conhecia essa mulher que agora estava protegendo, por isso foi atraída para junto dela quando a avó fez a oração. Nessa vida passada onde as duas se conheceram elas se criaram juntas e eram muito amigas, parceiras, tinham muita cumplicidade e quando essa que hoje é a protegida se casou elas se afastaram um pouco, depois ela teve filhos e se afastaram mais ainda. A que hoje é o anjo protetor também se casou e elas se afastaram de vez, mas essa nunca esqueceu a amiade e cumplicidade que tinha com a amiga e vivia saudosa daquele tempo.

Por isso agora, mesmo sem lembrar conscientemente dessa vida passada das duas, ela não queria que a sua protegida se casasse e muito menos que tivesse filhos, por isso a mulher nunca havia conseguido ter um relacionamento duradouro e sente esse medo de ser mãe sem saber o motivo. Mais um caso onde as crenças difundidas pelas religiões criam situações em que ao invés de ajudar atrapalham a vida das pessoas.

Devido á forte ligação entre esse espírito que se imaginava ser o anjo protetor e sua protegida, é bem possível que ela nasça como filha dessa mulher caso ela engravide, pois as duas tinham uma ligação muito forte e o espírito que se imaginava anjo da outra estava muito próximo dela energeticamente. Caso a ligação dessa mulher com o marido não crie uma força magnética que atraia algum outro espírito que tenha ligação com os dois esse anjo protetor é a primeira na fila para reencarnar filha desse casal, por ora, ela vai ficar adormecida aguardando o desenrolar dos acontecimentos.

Posts Relacionados

Ver tudo

Iemanjá

Comments


bottom of page