• Gelson Celistre

Agenesia renal

Agenesia renal é a ausência congênita de um ou ambos os rins, quando é bilateral, ou seja, quando a pessoa nasce sem os dois rins, o que é conhecido como Síndrome de Potter Clássica, é fatal, porém, quando é unilateral, quando a pessoa nasce faltando apensa um rim, geralmente leva uma vida normal, pois o rim que ela tem cresce mais que o normal e supre a ausência do que está faltando.

Karmicamente as doenças renais costumam estar relacionadas à água, pessoas que privaram outras de água por um longo tempo, pois o consumo insuficiente de água acaba afetando o funcionamento dos rins, consequentemente o mal que a pessoa causou em outras retorna para ela e nessa situação esse mal é ter problemas nos rins, mas nesse caso a causa de o jovem que atendemos ter nascido apenas com um rim é bastante atípica.

A situação mais comum de a pessoa gerar um karma relacionado aos rins é ela se apossar de uma fonte de água em uma região, coisa muito comum de acontecer antigamente, pois as pessoas disputavam as terras onde havia água e quem conseguia dominar uma terra com água muitas vezes impedia o acesso de outras pessoas a essa fonte de água, causando males para essas outras pessoas.

O jovem em questão que está na adolescência desde pequeno tem muito medo, de várias coisas principalmente do desconhecido, coisas novas, a ponto de ter crises de vômito em qualquer lugar, e apesar de estar se tratando ainda tem muito medo de tudo, a ponto de evitar sair de casa, mesmo a família tendo uma boa condição financeira e ele podendo frequentar locais seguros.

Geralmente as crianças se sentem seguras com os pais, principalmente com a mãe, mas nesse caso a causa do medo do jovem é justamente a mãe dele. Esse jovem numa vida passada foi um negro que foi capturado na África e trazido para o Brasil como escravo, ele tinha uns 16 anos quando chegou aqui, muito assustado, era tudo desconhecido para ele, e ele foi para uma fazenda na qual o sinhozinho era pervertido sexualmente e promovia orgias sexuais com os escravos. O jovem negro era rotineiramente estuprado e abusado de várias maneiras, até com a introdução de objetos em seu ânus, e esse sinhozinho ainda promovia festas com seus amigos onde todos abusavam dos escravos de todas as maneiras.

O jovem negro tinha tanto medo do sinhozinho que sempre que o via vomitava, pois sabia das atrocidades a que seria submetido, e ele aguentou por cinco anos esses abusos e maus tratos, até que acabou morrendo enquanto era sodomizado pelo sinhozinho. Esse sinhozinho é a mãe dele na vida atual e o motivo dele não ter um rim é porque quando ele foi puxado para reencarnar como filho dela e percebeu que ela era o sinhozinho ele não quiz nascer, fez muito esforço para não nascer e sua determinação foi tão forte que impediu a formação de um dos rins, mas infelizmente para ele não foi o suficiente para provocar um aborto. É possível ainda que ele tenha algum outro órgão interno com má formação.

Nesse caso não há muito a ser feito, a não ser realocar essa memória no inconsciente do jovem para que não se conecte com aquela frequência. Já havíamos resgatado outros escravos que sofreram essas atrocidades quando atendemos a mãe do jovem, então esse medo que ele tem era apenas a conexão com a situação que ele viveu, não estava desdobrado na frequência e não havia mais outros espíritos envolvidos. O interessante nesse caso é como a força de vontade do espírito durante o processo de reencarnação afetou a formação do corpo físico, a ponto de impedir a formação de um órgão.

228 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mago negro