top of page

Tribunal do Karma

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 9/12/2020)


As vezes atendemos alguma pessoa que está tão carregada que retiramos vários obsessores, fechamos frequências, mas a fila é tão grande que já tem outros seres esperando a vez para cobrar a pessoa. Atendemos uma pessoa essa semana num dia e no dia seguinte ela já voltou a se sentir mal. Fizemos uma revisão e era caso de a fila anda, ou seja, outro espírito não ligado diretamente ao que foi tratado se aproximou da pessoa e por isso ela estava se sentindo mal.

Essa pessoa que atendemos está pensando em se mudar para Londres e fomos verificar a viabilidade espiritual dessa mudança. Já tinha um obsessor querendo que ele fosse para lá para poder cobrá-lo, inclusive já havia juntado quase 50 outros espíritos com os quais essa pessoa tem débitos para lhe ajudar. Em várias vidas passadas naquela região essa pessoa foi dona de fábrica a vapor na Revolução Industrial, onde exploravam a mão-de-obra em jornadas de até 20 horas por dia em condições insalubres em regime análogo à escravidão, foi dono de navio que fazia tráfico de escravos, em outro buscava drogas nas Índias, enfim, tem muita história naquela região e tem muitos espíritos a esperando para acertar as contas. Acabou que recolhemos quase 50 espíritos obsessores que o estavam esperando no velho mundo e ainda retiramos 7 espíritos que o acompanhavam que ele catou aqui mesmo, pois tem mediunidade e sempre atrai espíritos para si. No caso dessa pessoa é difícil dizer se a mudança vai ser melhor ou pior pois como tem mediunidade onde for vai ter obsessor atrás dele. Mas o que aconteceu é que essa pessoa nas vidas em que reencarnou no Brasil também aprontou por aqui e acabou depois de morto em alguma vida indo parar num Tribunal do Karma em terras tupiniquins. Esse tribunal ficava numa cidade astralina não muito grande, mas com mais de mil anos de existência, com cerca de 200.000 espíritos, na região de fronteira entre os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Não gostavam de nada moderno, tudo lá era clássico, arquitetura, mobiliário, equipamentos, etc.

A corte desse Tribunal do Karma era composta por 5 juízes, sendo que todos foram juízes aqui quando vivos, e o presidente da corte, foi juiz do Supremo Tribunal Federal em sua última vida. Se gabava de todos os juízes serem de linhagem com longa tradição na magistratura. Quase a metade da população dessa cidade, cerca de 90.000 já tinham sido julgados e condenados, os outros viviam aguardando sua pena. Tudo na cidade era feito de espíritos, pois as penas que eles aplicavam era basicamente transformar o espírito em algo que eles precisavam ou queriam, tinha gato, cachorro, árvore, mesa, cadeira, paredes, tudo era feito de pessoas metamorfoseadas. Além dos desencarnados que usam para suprir suas necessidades eles tinham cerca de 50.000 espíritos encarnados que já estiveram nessa cidade, assim como a pessoa que atendemos, os quais eram vampirizados para fornecer-lhes energia. A pessoa que atendemos estava se sentindo mal porque foi visitada por um fiscal do karma, um espírito que foi lhe lembrar que ele não poderia sair do país porque era um apenado, estava cumprindo pena aqui determinada pelo Tribunal do Karma. Nossa equipe libertou os espíritos da cidade e prendeu os fiscais do karma. O que restou da cidade foi destruído, pois quase tudo era feito de espíritos. Quanto aos juízes do tribunal do karma eles tiveram um julgamento sumário e foram encaminhados para reencarnação compulsória imediata. O presidente da corte fiz ele ver onde seria, vai nascer numa palafita, numa família muito pobre, e vai ter uma vida bastante difícil. Não é raro encontrarmos esse tipo de coisa no astral, inclusive há alguns meses já fizemos uma postagem sobre algo que encontramos atendendo uma pessoa que mora em Portugal, o título da postagem é Juiz do karma, de 28/8/2020.

85 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page