top of page

Magia xamânica

Atendemos uma mulher com fortes dores no lado do abdômen sem diagnóstico médico, já fez vários exames de sangue, urina, raio x, ecografia e não aparece nada de anormal em seu organismo. Essas dores começaram há quase três anos e estão aumentando de intensidade, a ponto da morfina quase não fazer efeito. Ao observar o corpo dela na região onde sente dor, o médium viu uma energia esbranquiçada, que foi retirada, e no local havia 12 facas cravadas.

Retiramos as facas e puxamos quem as colocou, apareceu um homem grande, meio gordo, vestindo roupas de couro pesadas e um cocar de penas que ia até o chão. Ele disse ser da América do Sul, mas se parecia com um nativo norte-americano como os Sioux.

A mulher que atendemos alguns meses antes de começar a sentir essas dores havia ido numa cartomante que lhe disse que havia um trabalho de magia de contra um homem com quem essa mulher se relacionava, na realidade ela procurou essa cartomante justamente para descobrir o que esse homem tinha pois vivia adoecendo. Ela então pagou para a cartomante desfazer o trabalho, que era de morte, e o espírito encarregado, que era esse nativo americano resolveu atacá-la em retaliação. Os espíritos que trabalhavam com a cartomante eram fracos e o nativo os colocou para correr.

Essa mulher numa vida passada recente foi um soldado na Primeira Guerra Mundial e era muito hábil no combate corpo a corpo com facas, tendo esfaqueado 21 soldados inimigos que vieram a óbito, dos quais 16 estavam presos na frequência, ainda no campo de batalha que se perpetuou no astral. Resgatamos os 16 e mais uns mil e quinhentos soldados que também estavam presos na batalha e os encaminhamos para um hospital no astral.

O nativo americano que deu as facadas se aproveitou dessa brecha cármica que a mulher tinha nessa região do corpo, pois era onde ela esfaqueava os oponentes para a sintonizar com sua vítimas, precipitando assim esse karma e provocando uma lesão no corpo astral dela que refletia no físico. Se demorasse mais tempo provavelmente surgiria um câncer na mulher nessa região.

Quem fez o feitiço contra o homem com quem a mulher se relacionava, a pedido da esposa dele, foi alguém que atua com xamanismo. Não é comum encontrarmos espíritos dessa linha xamânica fazendo magia negra, ainda mais de morte, geralmente quando são do mal eles atuam apenas vampirizando usuários de ayahuasca ou rapé. O nativo foi obliviado e o feitiço desfeito.

257 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page