top of page

GMAT - Graduate Management Admission Test

O Graduate Management Admission Test (GMAT) é uma prova de admissão exigida, principalmente, por escolas de negócios nos Estados Unidos e na Europa. Mais de 1.500 programas de MBA em mais de 80 países utilizam as notas do GMAT como uma etapa de seus processos de seleção de alunos. O GMAT é válido também em alguns mestrados em Finanças, Políticas Públicas, Relações Internacionais, dentre outros. O exame é administrado pelo Graduate Management Admission Council e é realizado em aproximadamente 110 países. (Fonte: Estudar fora)

Para quem quer ser aceito por uma universidade conceituada principalmente nos Estados Unidos tirar uma nota boa nessa prova é essencial. A grosso modo é um Enem para a pós-graduação e os candidatos chegam a estudar por vários meses antes de fazer a prova, tem cursinho tipo pré-vestibular para ir bem na prova, testes simulados, etc. Atendemos uma pessoa que fez o teste algumas vezes e não conseguiu a pontuação desejada para ser aceito nas universidades que ele quer, apesar de ter estudado muito e se preparado bastante. Essa pessoa inclusive se graduou nos EUA então tem um bom domínio do idioma e uma excelente qualificação.

A prova é feita via computador e a primeira vez que a pessoa fez, estava muito bem preparado, tinha estudado por meses, faltou energia elétrica no prédio onde ele estava fazendo a prova e ele não pode concluir. Depois disso a pessoa tentou mais duas ou três vezes, mas não teve um bom desempenho. Poderia ser por falta de estudo ou empenho, ou até mesmo o destino, mas nesse caso havia mais coisas. Como nos solicitaram verificar se tinha algum componente espiritual começamos pela primeira prova que ele fez e não pode concluir por falta de energia no prédio.

Ao sintonizar com a situação vimos que a falta de energia não foi acidental, foi provocada com o intuito dele não poder concluir a prova e ficar abalado psicologicamente. Puxamos o espírito responsável e conversamos com ele. Era um sujeito muito arrogante que estudou na Universidade de Harvard e que participava de uma fraternidades com nome de letras gregas, Ômega Chi Delta, parece que são quatro dessas fraternidades em Harvard. Lembra muito as quatro casas de Hogwarts nos filmes do Harry Potter, pois pelo que pesquisei é bem parecido, tem a fraternidade dos ricaços, dos puro sangue, e dos demais.

Bem, o espírito da fraternidade foi logo dizendo que eles não queriam essa pessoa lá, essa que estávamos atendendo, porque ela é latina e eles não querem latinos, por ela não ter pedigree, não querem muitos estrangeiros por lá sujando as universidades deles. O espírito esse disse que tem uma cota de estrangeiros que eles toleram mas ele e outros membros das fraternidades dos EUA se reuniram no astral para manter quem é de fora dos EUA preferencialmente fora. E boicotaram as provas dessa pessoa justamente porque ela tem condições de conseguir a pontuação que precisa na prova.

Descobrimos que esse espírito fazia parte de uma organização que reunia 120 fraternidades de universidades americanas e 80 delas não queriam essa pessoa que estávamos atendendo, unicamente por ser latina, para eles todos ao sul dos EUA nas américas são latinos. Havia mais de 1800 espíritos dessas fraternidades empenhados em boicotar as provas de estrangeiros que eles não queriam que tivessem uma boa pontuação nessa prova. Um típico caso de xenofobia. Evidente que acabamos com essa organização, todos os espíritos de todas essas fraternidades foram obliviados e encaminhados para reencarnação.

Para quem se espantar com essa informação saibam que já pegamos outros grupos similares de espíritos que boicotam os imigrantes para que não tenham sucesso, para que só consigam subempregos, etc, não só nos Estados Unidos mas em alguns países da Europa também.

213 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Categorias: Selecione abaixo o assunto que deseja pesquisar

bottom of page