• Gelson Celistre

Doença de Crohn

Atualizado: 30 de nov.

A Doença de Crohn é uma doença inflamatória grave que acomete o trato gastrointestinal, afetando a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon) - mas pode, também, acometer outras partes do corpo, desde a boca até o ânus. Trata-se de uma doença crônica, sem causa definida, e, possivelmente, provocada por uma desregulação do sistema imunológico. (Fonte: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/doenca-de-crohn)

Mais uma para a série causas cármicas das doenças. Atendemos um rapaz que sofre dessa doença e claro que a causa não pode ser nada de bom. Numa vida passada na Idade Média na Europa, provavelmente mais ao norte, pois era um local onde fazia muito frio e tinha escassez de comida, esse rapaz foi filho de um senhor feudal, filho único e herdeiro do feudo.

Acontece que na infância o menino já apresentava um comportamento bastante afeminado e o pai que era muito severo, e queria um filho macho, o educou para que ele fosse homem. O menino cresceu sufocando seu instinto natural e tendo sempre que demonstrar que era muito homem, não só para o pai mas para os vassalos do feudo. O resultado foi que ele se tornou um jovem extremamente cruel, arrogante, que não admitia ser contrariado e que gostava de humilhar as pessoas que considerava inferiores, que era praticamente todo mundo que o rodeava. Sentia desprezo por todas as pessoas.

O rapaz era muito irritadiço e por qualquer besteira castigava ou matava os vassalos do feudo. Ele mesmo matou 23 pessoas com espada e gostava de estripar e esquartejar as vítimas. O povo passava muita fome pois só comiam os restos de comida que sobravam do castelo, muitas vezes podre, e as pessoas que lhe pediam comida ele humilhava, jogava comida para comerem no chão, e certa vez obrigou seis pessoas a comerem as fezes dele.

Era uma criatura até caricata pois mesmo com toda essa crueldade ele ainda tinha um jeito afeminado, meio afetado, com nojo da pessoas que encostavam nele, tinha ataque de pelanca depois que matava um reclamando que se sujara de sangue por causa do morto e andava sempre bem arrumadinho.

Ele se casou jovem, por imposição do pai obviamente, e aos 23 anos estava interessado em aumentar suas terras e queria se casar com outra moça de um feudo vizinho. Mas o que fazer com a esposa que ele já tinha? Simples, ele a matou. Durante o jantar ele reclamou da comida, disse que a culpa era da esposa e a fez engolir a comida com violência, até ossos enfiou na goela da mulher, e ela morreu asfixiada com a comida, que nem era ela que preparava.

Porém, o pai da moça com quem ele queria se casar soube disso e não quis dar a mão da filha em casamento para o rapaz, que então tentou tomas as terras do vizinho à força. Mas ele era uma pessoa tão ruim que seus próprios soldados permitiram que ele fosse morto pelos adversários sem o defender. E assim acabou a trajetória do rapaz.

Essa frequência de vida passada estava aberta, a esposa que ele matou estava grudada nele em extremo sofrimento, juntamente com mais 53 espíritos de pessoas que morreram de fome e doentes, inclusive os seis que ele obrigou a comer fezes. Nós resgatamos os espíritos que estavam presos na frequência e os encaminhamos para um hospital para tratamento, juntamente com o rapaz, do qual foi tirada uma membrana acinzentada que ele tinha no intestino.

O efeito cármico do que ele causou a outras pessoas e que ele está resgatando alguns séculos depois é essa Doença de Crhon. O pai dele da vida atual é o mesmo daquela vida, o que deve ter conectado o rapaz com essa frequência ainda na infância. A deficiência imunológica é cármica e o rapaz vai ter que conviver com esse problema o resto da vida, mas o resgate dos espíritos na frequência e o tratamento no astral devem amenizar os sintomas.

115 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tabagismo

Baal