• Gelson Celistre

Conexão kármica

Atualizado: 30 de nov.

Há cerca de 15 dias publicamos um post intitulado Câncer, no qual relatamos o atendimento de um jovem que está com câncer e as origens kármicas da doença. Quem solicitou o atendimento foi uma amiga da mãe do rapaz que está doente, que obviamente está sofrendo muito por conta da doença do filho. Acontece que a amiga que solicitou o atendimento do rapaz não tem se sentido bem e vimos que a mãe do rapaz espiritualmente estava muito próxima dela e isso a estava desestabilizando, pois, a mãe do rapaz não está bem, está desesperada e parece ver na amiga uma tábua de salvação.

Já havíamos afastado a mãe do rapaz de perto da amiga, mas ela acabou voltando e a afastamos novamente. A amiga não melhorou e solicitou outra consulta na qual vimos que as duas foram irmãs, a amiga era uma irmã mais velha quase como uma mãe que resolvia todos os problemas da irmã mais nova, a frequência estava aberta e fechamos. Nessa consulta também encontramos o espírito de uma outra mulher que foi uma parente distante da amiga da mãe do rapaz e que a invejava porque ela era atriz e tinha uma vida boa, enquanto essa parente era muito pobre e morreu de frio e fome junto com os filhos. Resgatamos essa parente de vida passada, mas a mulher que nos contratou ainda não melhorou, relatou até que ficou pior depois disso.

Fizemos outro atendimento e encontramos outra situação conectando karmicamente o rapaz, a mãe dele e essa amiga da mãe. Numa vida mais antiga a mãe do rapaz não conseguia engravidar e queria muito ter um filho. Ela procurou uma bruxa, que é a amiga hoje, para resolver o problema. A bruxa disse que ela precisava lhe trazer um bebê recém-nascido para o feitiço, então a mulher sequestrou um bebê e levou para a bruxa. O feitiço envolvia cozinhar o bebê num caldeirão e a mulher tinha que comer todas as partes do bebê para poder gerar um filho, o que ela fez; depois disso ela conseguiu engravidar e teve um filho, que é esse mesmo filho dela da vida atual, o mesmo espírito.

É por conta de todas essas conexões kármicas que a mãe do rapaz se desdobra e vai atrás da amiga por conta da doença do filho. Não bastasse isso, a mãe do rapaz estava sendo obsidiada pela mãe do bebê que ela sequestrou naquela vida, cujo espírito ficou preso no astral dentro do caldeirão da bruxa. Resgatamos o bebê sequestrado do caldeirão da bruxa e o encaminhamos para um hospital no astral, juntamente com sua mãe, mas as conexões kármicas entre a mãe do rapaz com câncer e a amiga que solicitou o atendimento para ele são fortes e isso faz com que a amiga hoje divida com a mãe do rapaz o sofrimento de perda do filho, o mesmo sentimento que elas impuseram para a mãe do bebê que foi cozinhado pela bruxa e comido pela amiga.

338 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mago negro