top of page

Ovoide

Atualizado: 30 de jun. de 2023

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 29/10/2019)


Foi no livro Libertação, da Série André Luiz, psicografado pelo Chico Xavier, que surgiu pela primeira vez na literatura espírita o termo ovoide, para designar o estado em que se encontram espíritos inferiores que perderam o corpo astral.

Ante o intervalo espontâneo, reparei, não longe de nós, como que ligadas às personalidades sob nosso exame, certas formas indecisas, obscuras. Semelhavam-se a pequenas esferas ovoides, cada uma das quais pouco maior que um crânio humano. Variavam profusamente nas particularidades. Algumas denunciavam movimento próprio, ao jeito de grandes amebas, respirando naquele clima espiritual; outras, contudo, pareciam em repouso, aparentemente inertes, ligadas ao halo vital das personalidades em movimento." p. 81

O nosso corpo astral ou perispírito pode morrer e esse processo é chamado de Segunda Morte. Quando evoluímos a ponto de não sermos mais obrigados a reencarnar na dimensão física, quando atingimos um nível evolutivo que nos permite viver apenas nas dimensões superiores, nosso corpo passa pela segunda morte e passamos a viver com o corpo causal ou mental superior. Essa é segunda morte por evolução.

Mas nosso corpo astral pode ser destruído antes de atingirmos esse elevado nível de evolução e nesse caso, após essa segunda morte, não tendo ainda o espírito construído seus corpos superiores, não tendo ele um mental superior desenvolvido, o que permanece do espírito é apenas o corpo mental inferior, que vem a ser a mente do espírito, envolta numa fina membrana, geralmente numa forma ovalada, como uma esfera, e em alguns casos semelhante a uma ameba. Essa segunda morte que podemos dizer que é involutiva.

A Décima primeira Lei da apometria, LEI DA AÇÃO TELÚRICA SOBRE OS ESPÍRITOS DESENCARNADOS QUE EVITAM A REENCARNAÇÃO, nos diz o seguinte:

"Toda vez que um espírito desencarnado, possuidor de mente e inteligência bastante fortes, consegue resistir à Lei da Reencarnação, sustando a aplicação dela nele próprio, por longos períodos de tempo (para atender a interesses mesquinhos de poder e domínio de seres desencarnados e encarnados), começa a sofrer a atração da massa planetária, sintonizando-se, em processo lento, mas progressivo, com o Planeta. Sofre apoucamento do padrão vibratório, porque o Planeta exerce sobre ele uma ação destrutiva, deformante, que deteriora a forma do espírito e de tudo o que o cerca, em degradação lenta e inexorável.”

Por esta lei podemos observar que nosso corpo astral se deteriora constantemente quando não estamos encarnados, aliás esse é o motivo de precisarmos reencarnar regularmente.

Geralmente estes espíritos malignos ou trevosos já possuem desenvolvido o corpo mental superior, porém, não possuem nesse corpo vibração suficiente para atingir as dimensões superiores, o plano mental, e continuam vivendo aqui na dimensão astral e física. Então, assim como os ovoides, estes espíritos perderem o corpo astral, mas ao contrário dos ovoides, que não conseguem se locomover por terem uma energia muito densa, por terem já o mental superior esses espíritos conseguem volitar, voar por ai, pois embora seu corpo mental superior não tenha a mesma vibração dos espíritos bons, ainda assim na dimensão física é uma vibração alta.

Já nos deparamos com ovoides em diversas situações, eles são usados em processos obsessivos pois possuem uma energia muito densa e mente muito negativa, e quando grudados em outro espírito passam a trocar energia com ele, incutindo neste pensamentos e energias negativas, podendo gerar inclusive doenças como câncer, além de distúrbios psíquicos de toda ordem.

Recentemente tratando uma pessoa, a mesma consulente do post Mentor - O lobo em pele de cordeiro, que sofre um intenso processo obsessivo há vários anos, nos deparamos com dois ovoides a atormentando, querendo que ela cometesse suicídio. Nesses casos sabemos que existe outra entidade por trás porque como não conseguem se locomover sozinhos, os ovoides tem que ser colocados junto às pessoas por algum outro espirito.

Apesar de terem uma energia muito densa, preparei um médium para recebê-lo a fim de conversar um pouco com ele e descobrir quem o colocou junto da consulente. Inicialmente se manifestou com muita raiva, disse que iria destruí-la, que iria acabar com ela e coisas do tipo. Perguntei o motivo de tanta raiva e o que ela tinha lhe feito, e o ovoide acabou dizendo que tinha sido "contratado" para atormentar ela. Perguntei como ele perdeu seu corpo astral e ele respondeu que tinha matado muita gente, ao que respondi que isso não poderia ser a causa, então ele disse que havia feito um pacto quando era vivo e que quando morreu foi-lhe cobrado.

Em sua última vida ele foi um temido guerreiro, espadachim invencível, e conseguiu o que queria, poder e glória. Mas vender a alma ao diabo tem um preço e depois de morto o ser com o qual ele fez os pactos veio lhe cobrar e o preço foi seu corpo astral. O tal ser era muito poderoso e literalmente arrancou a mente desse ovoide do corpo astral. Quando o fiz lembrar o médium captou a dor que ele sentiu quando passou pela segunda morte, e nesse momento então ele viu que aquele ser era o mesmo que o havia "contratado" para perturbar a consulente.

Ele e o outro ovoide competiam entre si para ver quem faria a consulente se suicidar primeiro. A promessa do contratante era de que o ganhador receberia como prêmio o corpo astral da consulente. Através desse ovoide conseguimos rastrear o ser que o colocou junto da consulente. Esse ser no astral tinha a forma de uma gigantesca aranha negra, mas essa forma era apenas uma frequência dele, que é um poderoso mago negro que está sem reencarnar há milênios.

Esse mago negro é uma frequência da própria consulente, que quer que ela cometa suicídio. Trata-se de um caso muito complexo de auto-obsessão. Esse mago, para evitar a segunda morte, promove a própria reencarnação periodicamente, para assim renovar seu corpo astral. Mas para evitar problemas ele sempre faz essa sua reencarnação cometer suicídio ainda jovem. Porém, algo aconteceu dessa vez e apesar da consulente estar sofrendo um forte processo obsessivo praticamente a vida toda, ela não se suicidou e não morreu ainda.

Ele já estava ciente da possibilidade de ser descoberto por nossa equipe e quando o puxei para prendê-lo ele conseguiu transferir sua mente para outra frequência, pois vimos que ele possui várias frequências em um estado de suspensão para serem ativadas no caso da frequência que ele estiver usando ser atacada ou presa. Ainda estamos tentando rastrear onde ele está, pois ele está há milênios assim e sabe muito bem se esconder.

Quanto ao ovoide, ele e o outro foram recolhidos e vamos providenciar que eles entrem novamente no ciclo reencarnatório. Nesses casos é comum que estes seres sofram inúmeros abortos ainda na fase inicial da gestação e nos primeiros nascimentos com sucesso costumam nascer defeituosos.

Um fato curioso sobre o mago negro, que é uma frequência da própria consulente, é que ele "colecionava" corpos astrais de pessoas que fizeram pactos com ele e tinha uma enorme câmara onde os guardava, milhares deles. Maior ainda era a quantidade de ovoides que ele armazenava nesse local também. Ele usava a matéria dos corpos astrais para feitiços e era uma mercadoria extremamente valiosa para ele.

Resgatamos esses milhares de ovoides e, assim como os dois que estavam com a consulente, nossa equipe espiritual vai analisar o que será feito com eles, se ainda terão oportunidade de nascimento aqui na Terra ou se serão exilados.


30/6/23

Atualização


Pouco tempo depois de encerrarmos o atendimento nossa equipe espiritual que já havia identificado as outras frequências que o mago tinha ativas e prontas para que ele usasse em uma eventual fuga, as localizou, eram 120, e as desconectou dele. Eu e a médium fomos em desdobramento inconsciente, ou seja, aqui no físico não sabíamos que estávamos atuando no astral, até a frequência para a qual o mago negro havia fugido, era uma vida em que ele foi um monge no oriente, daqueles que vivem isolados em uma gruta ou caverna em uma montanha.

Até a data de hoje, três anos e oito meses, o mago ainda está em tratamento e após a morte do corpo físico da personalidade da vida atual dele, que está encarnada, esse mago vai ser exilado. Dependendo de como for o restante da vida dele agora, ele pode ser enviado de volta para seu planeta de origem, pois ele não é natural do nosso planeta, ou pode ser enviado para algum outro planeta.



Posts Relacionados

Ver tudo

Bruxas

Comments


bottom of page