top of page

Capitão do mato

No Brasil, o capitão do mato foi o serviçal de uma fazenda ou feitoria encarregado da captura de escravos fugitivos. Na sociedade brasileira gozavam de pouquíssimo prestígio social e eram suspeitos de sequestrar escravos apanhados ao acaso, esperando vê-los declarados em fuga, para devolvê-los aos donos mediante o pagamento de recompensa. (Wikipedia) Hoje atendemos um jovem que foi capitão do mato em uma vida passada e resolvi fazer o relato porque já o havíamos atendido quando ele era criança.

Na época nosso grupo de apometria só fazia atendimento presencial gratuito e a mãe do jovem o trouxe para uma consulente, isso foi há 12 anos e o rapaz tinha então seis anos de idade. O problema dele é que ele não falava, a mãe já o tinha levado em vários médicos e feito muitos exames e ninguém conseguiu dar um diagnóstico de porque o menino não falava e nem conseguiram fazer ele falar. Nós atendemos a criança numa sexta-feira e três dias depois ele falou as primeiras palavras para a mãe e passou a falar normalmente desde então. O menino não falava porque estava amordaçado no astral por obsessores, bastou encaminharmos os obsessores e retirarmos a mordaça que ele conseguiu falar.

Agora a mãe dele nos procurou por ele estar ouvindo vozes e vendo vultos, e também relatou que ele tem baixa autoestima, apesar de ser uma rapaz bem apessoado, inteligente, não lhe falta nada em casa e inclusive já tem namorada, não teria motivos para ter essa autoestima baixa. Novamente o encontramos obsidiado por um espírito que foi um negro escravizado em vida passada e que foi caçado e torturado por esse rapaz, que naquela vida era um capitão do mato muito cruel. Esse negro ele torturou e matou, mas ele costumava dizer aos negros que eles eram bichos e que eram muito feios.

Esse espírito do negro agora faz o rapaz se sentir feio, inseguro, incapaz, assim como ela fazia os negros se sentirem. Nesse tipo de situação a clássica abordagem do deixa pra lá não surte efeito nenhum, nada do eu disser para esse negro vai tirar dele o sentimento de ódio pelo que ele sofreu, então apagamos logo a mente e o encaminhamos com outros 86 espíritos de negros escravizados que foram caçados pelo capitão do mato naquela vida. A obsessão que estava causando a baixa autoestima conseguimos resolver, mas enxergar vultos e ouvir vozes é mediunidade e mediunidade é karma, não tem como escapar. Fizemos um procedimento para atenuar a mediunidade do rapaz mas em algum momento da vida ele vai ter que lidar com ela.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page