top of page
  • Gelson Celistre

As clavículas de Salomão

(Publicado originalmente no blog Apometria Universalista em 27/12/2021)


As clavículas de Salomão são uma coleção de manuscritos com feitiços antigos hebraicos (ou grimório), com inspiração em ensinamentos cabalísticos e talmúdicos, atribuída supostamente ao Rei Salomão (pseudepigrafia), com provável origem em 1310. Esta clavícula é parte da obra "O Tratado Mágico de Salomão" ou a "Higromancia de Salomão", que descreve este rei como um feiticeiro, que originalmente recebeu poderes de Deus. Este grimório contém uma coleção de 36 pantáculos (do grego pan: tudo, kleo: "honra"), que possibilitariam uma ligação entre o plano físico e os planos sutis. Existem diversas versões e traduções dessa Chave, com pequenas ou grandes variações de conteúdo entre elas, sendo que a maioria dos manuscritos originais datam da época da Idade Média, dos séculos XVI e XVII, entretanto, há uma versão em grego datada do século XV. (Wikipédia)

Esse livro é muito conhecido no meio ocultista e serviu de base para vários autores do ramo, eu mesmo na adolescência já li esse livro, era parte da minha biblioteca. Claro que o livro não é de autoria do Rei Salomão, pois ele surgiu na Idade Media pelas mãos de um clérigo escritor e foi tido como um livro proibido por muitos séculos até o surgimento da imprensa e surgirem diversas versões impressas.

Mas muitos dos feitiços descritos nos livros eram passados oralmente de geração a geração e possuem de fato a capacidade de conectar quem faz uso deles a demônios antigos, espíritos que estão há milênios ligados a feitiços e magia. Atendemos um homem que na juventude usou um feitiço desse livro e após assistir nossa live sobre Magia & Feitiço resolveu nos solicitar o desmanche.

O rapaz depois de uns 10 anos após ter feito o feitiço se afastou dessa linha de atuação e queimou o livro, o que foi a sorte dele pois aí a conexão que ele tinha muito forte com os espíritos ligados ao livro foi amenizada bastante, mas até então ele chegou a ficar muito perturbado por anos, pois esses espíritos quando se conectam com quem fez o feitiço ritualístico detonam geral, pegam todos os envolvidos, inclusive quem fez o feitiço.

O espírito associado a esse feitiço estava sem reencarnar há cerca de 3.000 anos e atualmente estava conectado com cerca de 900 pessoas encarnadas que fizeram ou fazem os feitiços rituais desse livro. Essas pessoas quando desencarnam ele aprisiona no astral e usa nos feitiços, quando reencarnam são fonte de energia e no astral ela mantinha aprisionados mais de 10.000 espíritos. Nós desmanchamos o feitiço e o espírito teve a mente apagada, cortamos a ligação dele com as pessoas encarnadas que fazem os rituais do livro, ele foi encaminhado para reencarnação e os espíritos que ele mantinha presos foram resgatados. Os símbolos e rituais antigos são chaves para acesso a outras dimensões e é preciso muito cuidado com seu manuseio, se a pessoa não tiver muita força e conhecimento pode acabar sendo vítima de espíritos das trevas.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page